fbpx

De mãos dadas com a segmentação da base de clientes – estratégia importante para o alcance de melhores resultados em campanhas de marketing e vendas – andam os testes A/B.

No marketing digital, os testes A/B servem para comparar variáveis e definir quais geram melhores resultados.

Ambos os conceitos podem ser aplicados dentro da solução Easy Auth e são as duas novas funcionalidades oferecidas.

Neste vídeo você relembra todas as outras atualizações que aconteceram este ano em nossa ferramenta.

Também em vídeo você aprende o que é e como fazer a segmentação da sua base de clientes captada no Wi-Fi.

E para dar continuidade aos conteúdos, falaremos agora sobre os testes A/B e como utilizá-los para medir os resultados das suas ações feitas no Wi-Fi.

Os testes A/B no marketing digital: o que são e qual a importância?

Muito mais do que servir apenas para a divulgação de empresas, produtos e serviços.

O marketing digital veio para alterar o antigo conceito de comunicação de uma única via para de vias múltiplas, centrada em comunidades e seus interesses.

Além de mudar a forma como empresas comunicam-se com seus consumidores, essa nova era nos presenteou também com um arsenal de ferramentas e estratégias digitais, incluindo a mensuração de dados reais.

Uma delas são os chamados testes A/B.

Neste campo de trabalho, os testes A/B são experimentos realizados com o objetivo de descobrir qual versão de uma mesma página gerou melhores resultados e, assim, repetir o que funcionou e melhorar o que não deu certo.

Em primeiro lugar, devemos nos atentar ao fato de que não podemos testar mais de uma variável por vez, pois dessa forma é impossível saber qual mudança foi a responsável pelos resultados obtidos.

Geralmente, eles acontecem em páginas de conversão, cuja finalidade é captar os dados de contato dos visitantes em troca do envio de um material ou do primeiro contato com eles.

Nessas páginas, desde a cor de um botão até a oferta em si são passíveis de serem testadas.

Realizar testes A/B é necessário e importante por diversos motivos.

O primeiro deles é porque nada é absoluto tratando-se de internet e seus usuários.

O que funciona em uma rede social ou para um determinado público pode não funcionar em outros contextos. A saída, então, é testar.

Além disso, não é possível apontar o desempenho de uma página ou afirmar com certeza que está performando bem se existir uma única versão dela.

Apenas testando duas ou mais alternativas é que estaremos prontos para fazer afirmações e tomar decisões com base em dados e não em achismos.

Os testes revelam ainda ajustes que devem ser feitos em determinado endereço ou conteúdo, de forma a alinhá-lo de acordo com as preferências do público-alvo para alcançar os resultados desejados, que podem ser aumento no número de conversões ou visitas, por exemplo.

Em resumo, os testes A/B pertencem ao grupo das estratégias de marketing voltadas para otimizar processos e sanar dúvidas.

E, nesse caso, também para conhecer o comportamento do público da sua empresa.

Porém, eles não se resumem a páginas de conversões e existe uma série de elementos que podem ser testados, conforme o objetivo, como veremos no tópico a seguir.

Quais elementos podem ser analisados em um teste A/B?

Antes de pensarmos o que testar é preciso entender o porquê determinado teste será feito, ou seja, qual objetivo queremos alcançar.

A resposta para essa questão irá determinar quais elementos devem ser alterados para terem os resultados comparados.

Por exemplo: estabelecimentos comerciais que oferecem Wi-Fi gratuito para os clientes e contam com a solução Easy Auth comunicam-se em tempo real com quem está acessando a rede por meio de propagandas interativas.

Essas propagandas são uma ótima oportunidade para serem realizados testes A/B.

Alterando a imagem delas, o título que as descrevem ou até mesmo a mensagem passada, já é possível entender as preferências do seu público.

Além de imagens, títulos e mensagens, os testes A/B funcionam muito bem quando alterados:

  • Subtítulos de uma página da web que contém uma oferta específica ou a divulgação de um produto ou serviço;
  • CTAs, que são as chamadas para ação. Ao invés de ‘‘Clique aqui’’ você pode colocar ‘‘Retire agora mesmo seu desconto’’, por exemplo, e verificar qual das duas gera mais conversões;
  • Organização dos elementos;
  • Campos de um formulário;
  • Elementos visuais como cores, setas, asteriscos, etc.
  • Anúncios e propagandas interativas para quem acessa a rede Wi-Fi da sua empresa, estratégia adotada para conhecer o comportamento do seu público;
  • Assuntos de e-mail.

Conclusão

Os testes A/B revelam muitas descobertas que podem ser interessantes para vários departamentos dentro de uma empresa.

Com as estratégias certas e sempre perguntando-se aonde queremos chegar, os testes A/B podem ser aplicados em diferentes cenários e junto a várias ferramentas, como no Wi-Fi que você oferece aos consumidores.

Além de criar e fidelizar sua própria base de clientes, você adquire uma ferramenta de marketing com a possibilidade de realizar testes e coletar insights para otimizar muitas técnicas e todas elas baseadas em feedbacks reais.

Chegou a hora de você dar um passo a mais na busca por resultados incríveis. Conheça a Easy Auth.


0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *