fbpx

Como um hotspot ajuda a driblar o impacto das políticas de privacidade?

Dados sempre foram o fator chave para que empresas e organizações desenvolvessem ações e campanhas de marketing inteligentes.

Eles nos trazem informações valiosas acerca dos hábitos de compra e comportamento dos consumidores e isso garante maior assertividade no relacionamento das empresas com seus públicos de interesses.

Entretanto, a facilidade com que essas informações circulam pelos sistemas virtuais fez com que leis e políticas fossem criadas.

E, como esperado, os impactos das regulamentações dos dados nas estratégias de marketing e vendas das empresas já podem ser sentidos.

Nesse texto, você verá os possíveis caminhos para o seu negócio driblar essa interferência e seguir coletando informações importantes sobre seus públicos.

O impacto das políticas de privacidade no marketing empresarial

A segurança da informação e a privacidade de dados são preocupações cada vez maiores para empresas e indivíduos.

Tal fato tornou-se um desafio na medida em que a atual sociedade passou a depositar grandes quantidades de dados em plataformas digitais de compras e redes sociais.

Porém, especialmente no que compete à proteção destes dados, as consequências trazidas pelas tecnologias de informação e comunicação foram tão nefastas a ponto de emergir a necessidade de controlar a difusão dessas informações que dizem respeito às pessoas.

Podemos citar como exemplo a vigência da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e, ainda, a polêmica política de anti-rastreamento de dados implementada pela Apple em iPhones com sistemas operacionais a partir do iOS 14 para controle do uso e da gestão de informações pessoais dos usuários em aplicativos e navegadores.

Não parando por aí, agora os cookies – pequenos arquivos de texto que guardam informações sobre navegação em um endereço – estão prestes a desaparecer.

Todas essas mudanças nas políticas de privacidade e o fim de importantes ferramentas de rastreamento, como os cookies, afetam diretamente a execução de estratégias de marketing digital.

A saída, então, é apostar cada vez mais em fontes de geração de dados próprios para que o seu negócio não seja refém de plataformas externas e nem de políticas que fogem do seu controle.

Falaremos sobre quais são essas fontes nos próximos tópicos.

Por que a sua empresa precisa ter uma fonte própria de geração de dados e contatos?

À medida que acessamos sites, preenchemos formulários e interagimos nas redes sociais estamos contribuindo com o aumento do volume de dados na internet.

O problema é que o uso indiscriminado e, por vezes, criminoso desses dados obrigou empresas e organizações a se adequarem às leis e políticas de regulamentações dos mesmos.

O fim de algumas ferramentas de análises e monitoramento, as mudanças na forma como acontece o rastreamento das informações, bem como o desejo de mais privacidade e controle sobre os dados por parte dos usuários, evidenciam o que vem por aí.

As marcas passaram a ter menos dados de usuários disponíveis e muitas ferramentas de automação de marketing foram afetadas, já que fazem o uso intenso de dados de terceiros.

Ou seja, estamos falando de mudanças que afetam diretamente na forma como fazemos e também recebemos campanhas de marketing.

Portanto, é hora dos profissionais de marketing se concentrarem em estratégias eficazes de coleta de dados e lidar com um futuro ainda mais cauteloso no que diz respeito à coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais.

Mais do que nunca, é necessário deixar o motor da captação de dados ricos sempre ligado e construir relacionamentos ainda mais profundos com seus públicos.

Chegou o momento de explorar novos canais e estratégias e sempre buscar entender a jornada de compra do usuário.

Além disso,

para ser independente de cookies de terceiros, cada empresa deve investir na criação de seus próprios canais. Tráfego orgânico, SEO, mídias sociais e e-mail combinados com conteúdo de alta qualidade serão cruciais. Por meio dessas plataformas, sempre é possível publicar conteúdos que atraiam e contribuam com dados.

Ebook ‘‘Fim dos Cookies: E Agora, O Que Fazer?’’ Por Rock Content.

Vejamos, então, alguns exemplos de ferramentas e estratégias para você construir sua própria base de dados e contatos.

Ferramentas e estratégias para construir sua própria base de dados

Agora que já te convencemos que ter sua própria fonte de captação de leads e dados é a melhor alternativa diante dos novos desafios impostos, iremos mostrar por onde fazer isso.

Wi-Fi da sua empresa

A rede Wi-Fi da sua empresa é uma das principais ferramentas para a construção de uma base de cadastros de clientes.

Quando seus clientes se conectam na rede Wi-Fi da sua empresa você passa a ter uma série de dados valiosos sobre eles.

E essa é a grande vantagem de contar com a tecnologia do Wi-Fi Marketing: a coleta de dados e a criação de uma base de informações que irá servir para estudar os perfis de consumo e guiar as estratégias de marketing e vendas do seu negócio.

Você conta, ainda, com um conjunto de recursos que possibilita que a rede Wi-Fi seja usada como ferramenta de divulgação e reconhecimento da sua marca.

Baixe gratuitamente este E-book e conheça a melhor forma de utilizar os recursos de comunicação e marketing da solução Easy para divulgar seu negócio e fidelizar seus públicos.

Site da sua empresa

Independente do segmento que você atua ou do tamanho que a sua empresa tenha, o site da sua empresa é ferramenta obrigatória para o sucesso do seu negócio e um dos pontos principais de contato entre um negócio e seus compradores.

E engana-se quem pensa que os sites perderam importância devido a grande quantidade de usuários ativos nas redes sociais.

Veja alguns pontos que sustentam essa afirmativa:

  • Tendo em vista que quanto mais você aparecer melhor será, um canal nunca irá substituir o outro. Todos eles são essenciais para que você alcance o maior número de pessoas interessadas no seu serviço ou produto.
  • Lembra da importância de construir sua própria base de dados? Pois esse é justamente o mais importante papel do seu site. Um domínio próprio na internet é primordial para a coleta dessas informações e para que sua empresa siga sempre online, não limitando-se a quedas de alcance ou engajamento.
  • A sua ‘casa na internet’ é também o primeiro endereço que aparece quando os usuários realizam uma busca direta pelo nome da sua empresa ou por palavras similares ao seu negócio.
  • Credibilidade e confiança são associados a marcas que possuem uma boa infraestrutura online como um site. Melhor ainda se ele for completo o suficiente para sanar dúvidas logo na primeira visita.

Em resumo,

o seu website é o ambiente onde você tem o maior nível de controle sobre os clientes e onde você pode oferecer a eles o máximo possível de formas de contato e relacionamento, deixando que eles escolham a forma mais conveniente de ser contatado.

Livro ”Marketing de Conteúdo, a moeda do Século XXI”, por Rafael Rez.

Formulários, landing pages, pop ups e canais diretos de relacionamento

A ascensão do mercado de infoprodutos nos apresentou o termo isca ou recompensa digital.

Nada mais do que um e-book, infográfico ou qualquer outra forma de conteúdo que possa cativar os leads a deixarem seus dados de contato em troca de um material que seja do seu interesse.

Essa é a permissão necessária para que seja mantido o contato com eles, utilizando principalmente o e-mail marketing.

Essas iscas são ofertadas em formulários, landing pages ou pop ups presentes, especialmente, nos sites das empresas.

Ao serem preenchidos, passam a compor um banco de dados e informações para embasar com clareza as campanhas de marketing e desenhar o perfil ideal de público.

Por esse motivo, os formulários de contato devem ser estrategicamente planejados para que informações úteis e importantes sejam captadas.

Já os canais diretos de relacionamento, como chatbots e directs, contribuem com o levantamento de questões pontuais e funcionam como um canal de atendimento rápido, personalizado e humanizado.

Presença em eventos do seu setor

Não apenas de estratégias online sobrevive um negócio.

Um erro que muitas empresas cometem é achar que o online substitui outras formas de captar e se relacionar com leads.

Na medida que a pandemia vai perdendo forças, veremos cada vez mais eventos tendo suas edições retomadas.

Oportunidade única para apresentar o seu serviço e captar pessoalmente o contato e demais informações sobre seus prospects.

Conclusão

A facilidade com que compartilhamos e temos acesso a dados pessoais e sensíveis emergiu a necessidade de controlar a difusão das informações que dizem respeito às pessoas.

Tais decisões tiveram grande impacto nas áreas de marketing e vendas, cujo trabalho é todo voltado para captação e análise de dados dos consumidores.

Sendo assim, cabe a estes profissionais explorar novos canais e estratégias e investir pesado na criação de seus próprios canais.

Os exemplos de ferramentas e estratégias citadas são um bom começo para manter o mesmo desempenho em uma era pautada pela preocupação com a privacidade de cada um.

6 dicas de ouro para você aplicar no seu negócio

Entre os dias 14 e 18 de setembro promovemos a Semana do Cliente Easy, uma série de dicas práticas e aplicáveis a qualquer negócio e produzidas com exclusividade pela equipe da Easy Auth Sistemas.

O objetivo do evento foi trazer informações relevantes sobre gestão, vendas, marketing e programação e era voltado para todos os donos do seus próprios negócios e profissionais que buscam se aperfeiçoar em cada uma dessas áreas de atuação.

Ao todo, foram 6 vídeos 100% gratuitos feitos pelos colaboradores da Easy Auth e distribuídos em todos os nossos canais de comunicação.

Nos vídeos, foram apontadas importantes dicas que permeiam o dia a dia de trabalho na Easy Auth

Neste texto, você confere todas as dicas apontadas para aplicá-las daqui pra frente no seu negócio.

#1 Alguns insights sobre Gestão de Negócios

Quem abriu a Semana do Cliente Easy foi o Gilnei, um dos sócios fundadores da Easy Auth Sistemas e ele trouxe alguns importantes ensinamentos que teve ao longo desses anos como gestor.

De acordo com Gilnei, na fundação da Easy Auth, em 2015, foram escolhidos três principais valores que serviram como base para a construção do negócio: ética, transparência e reciprocidade.

Todo trabalho desenvolvido na Easy sempre foi pautado por esses valores e os gestores sempre procuraram ser muito corretos desde a apresentação da nossa solução para o cliente, no tratamento da nossa equipe, na condução dela e na questão legal e fiscal do faturamento.

Também na criação da empresa foi preciso escolher um sistema de gestão que permitisse automatizar o máximo de tarefas possíveis para que fosse possível focar no que era importante no negócio, no caso a gestão.

Nas palavras de Gilnei, ”a gestão ela não se resume, simplesmente, em gerar boletos, acompanhar contas a pagar e contas pagas. Ela vai muito além disso.”

Como mensagem final ele deixa de conselho: ”Planeje, compartilhe com a sua equipe seu planejamento com muita ética e transparência. Peça opinião deles, execute. Além de executar, monitore. Seja rápido caso precise alterar alguma coisa.”

#2 Como conduzir o primeiro contato com os leads

Dando sequência às dicas práticas da Semana do Cliente Easy foi a vez do Leonardo, do setor comercial, contar como são conduzidos todos os possíveis clientes que chegam.

Leonardo contou que, primeiramente, sempre guia os contatos de uma forma descontraída, realmente como uma conversa e que é de extrema importância entender que, por trás de cada possível venda, existe sim uma pessoa com uma necessidade e em busca de uma solução.

Entender as motivações dos clientes, a realidade que se encontram e o nível de consciência em relação ao produto ou serviço que oferecemos irão determinar como será a abordagem com aquele contato.

Para isso, Leonardo apontou que na Easy Auth usamos um roteiro flexível de certas questões que consideramos essenciais perguntar.

São questões sobre o conhecimento do produto e sobre o conhecimento da sua necessidade.

Então, antes de pensarmos em oferecer o valor, em oferecer o produto ou até uma apresentação da ferramenta, sempre consideramos entender melhor qual a realidade e em que ponto do funil de vendas aquele lead se encontra.

#3 A importância das mídias próprias do seu negócio

Todas as estratégias de marketing da sua empresa estão voltadas somente para as redes sociais?

Quem fez essa indagação foi a Barbara, do marketing da Easy Auth, no terceiro dia da Semana do Cliente Easy.

Barbara explicou que, se você tiver respondido sim para a pergunta a cima, é bom que você se atente para os seguintes pontos.

As redes sociais são o que nós chamamos de ‘‘terrenos alugados’’, ou seja, nós não somos os donos delas, elas possuem suas próprias regras – que são frequentemente alteradas – e se acabarem da noite para o dia ou serem substituídas por outros canais não teremos muito o que fazer.

É por essas e por outras questões que é tão importante construirmos lista de clientes através de mídias consideradas próprias, como o site e o blog, ou até mesmo autenticando os clientes na rede Wi-Fi e captando o contato deles.

Dessa forma, diminuímos o risco de perder o contato com a nossa audiência e ainda teremos o controle de nos comunicarmos com ela quando e o que quisermos.

#4 Comunicação com a equipe: fator chave no seu negócio

E já que falamos de gestão de negócios não poderíamos deixar de lado a gestão interna de uma empresa, aquela que tem como público alvo os colaboradores.

Uma equipe motivada e alinhada aos valores da empresa é de suma importância o crescimento dos negócios, como afirmou o Vinícius, sócio fundador da Easy Auth Sistemas.

Além disso, os colaboradores nunca irão saber como estão se saindo e como podem melhorar ainda mais nas suas funções se você, como gestor, não passar esse feedback a eles.

Portanto, é muito importante trocar uma ideia com a sua equipe, incentivá-los a expressar suas opiniões e suas expectativas em relação a empresa.

Dessa maneira, você consegue engajá-los ainda mais e o ambiente de trabalho fica muito mais agradável.

#5 A escolha do sistema tecnológico da sua empresa

Bons sistemas tecnológicos devem fazer uso de linguagens de programação atuais e consolidadas no mercado para garantirem o desempenho e a segurança que você e seus clientes buscam.

Optar por parceiras tecnológicas que sejam atualizadas e estejam de acordo com as normas vigentes também é de grande importância.

Com a consolidação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) a segurança das informações da sua empresa e dos seus clientes ganham uma atenção ainda maior.

Assuntos como este merecem ser debatidos e aperfeiçoados todos os dias e é por isso que eles também foram abordados na Semana do Cliente Easy pelo desenvolvedor Everson.

#6 Entenda o que é experiência do usuário

Uma das principais funções de uma equipe de desenvolvimento é tornar a experiência de uso dos seus produtos fácil e agradável por seus clientes.

É a partir desta experiência que eles irão ter uma percepção positiva ou negativa do seu negócio, por isso é tão importante pensar com cautela neste ponto.

Para encerrar com chave de ouro a Semana do Cliente Easy, o desenvolvedor Felipe nos mostrou 3 principais questões que envolvem a experiência dos seus usuários e que impactam diretamente na otimização do seu produto.

São elas:

1) Por que: relacionada a motivação dos usuários em procurar a sua solução e adotar seu produto.

2) O que: aborda o que os usuários poderão fazer com o produto e suas funcionalidades.

3) Como: refere-se ao design às funcionalidades de uma forma acessível e esteticamente agradável.

Guia super prático de como melhorar o Wi-Fi do seu estabelecimento

Vamos nos colocarmos no papel de consumidores e imaginarmos que estamos chegando em um restaurante.

Escolhemos uma mesa, nos acomodamos e qual a nossa próxima atitude?

Antes mesmo de pensarmos no que iremos comer queremos saber qual é a senha do Wi-Fi. Essa pergunta vem antes mesmo de ‘‘O cardápio, por favor!’’.

E se o sinal for aberto e free, melhor ainda, principalmente porque o WI-Fi tem sido muito mais estável e veloz quando bem implementado.

Somos seres extremamente conectados e queremos permanecer dessa forma também nos lugares que frequentamos, ao lado dos amigos e da família.

Estabelecimentos que oferecem essa comodidade de maneira gratuita e segura, não apenas estão garantindo o conforto de seus clientes e os deixando satisfeitos, mas também estão ganhando inúmeros benefícios, como o aumento no fluxo de pessoas e criando um vínculo com os potenciais consumidores.

Todas essas vantagens, porém, só irão trazer retorno para o seu negócio se você contar com um sistema de autenticação dos seus visitantes e parar hoje mesmo de oferecer Wi-Fi com senha na sua empresa.

Neste guia prático de como melhorar o Wi-Fi do seu estabelecimento iremos apontar o que você não deve fazer ao fornecer Wi-Fi e também as melhores práticas para ter esse recurso como um aliado na divulgação do seu negócio.

Por que oferecer Wi-Fi sem senha para seus clientes?

Uma rede Wi-Fi com senha piora a experiência do seu visitante, que precisa ficar sempre perguntando ‘‘Qual é a senha?’’ e também pode se tornar cansativa para você ou para seus funcionários que precisam ficar repetindo a mesma informação diversas vezes.

Por outro lado, disponibilizá-la em cartazes ou em cima de mesas deixa sua rede exposta e compromete a segurança da mesma.

Para solucionar essas questões e ainda ganhar uma ferramenta que coleta e analisa os dados dos seus visitantes e impacta na ascensão do seu negócio o melhor caminho é fornecer uma conexão aberta e gratuita com o acesso liberado via login.

Com a instalação de um sistema de hostpot você garante a efetividade de dois principais fatores dentro da sua empresa.

O primeiro deles é a segurança.

A partir do momento que você fornece internet a terceiros, mesmo que de forma gratuita, pelos olhos da lei você é visto como um prestador de serviços e, portanto, deve obedecer a legislação que regulamenta tal atividade.

De acordo com o Marco Civil da Internet você é responsável pela conexão que libera e por qualquer crime que venha a ser cometido nela.

Para acatar as condições impostas pela lei e assegurar que você não seja responsabilizado por atos que não cometeu, é necessário que os usuários sejam identificados por meio de um cadastro prévio que lhe concederá a liberação do acesso à internet.

A solução existente direcionada para empresas que querem agregar valor aos serviços prestados através do fornecimento de internet para o público e ao mesmo tempo estarem em conformidade com a legislação se chama hotspot.

O segundo fator que torna-se cada vez mais efetivo e que tem como ponto de partida a rede Wi-Fi é o marketing do seu negócio.

Além de oferecer internet para clientes de forma mais segura e com qualidade na conexão, você também adquiri uma ferramenta de marketing e de divulgação que atrai e fideliza seus clientes.

O cadastro dos visitantes que você precisa coletar (devido a lei) de quem acessa sua rede forma um poderoso banco de dados que pode ser usado para traçar o perfil do seu cliente ideal e guiar as estratégias de marketing e vendas do seu negócio.

Você também se comunica com todos eles em tempo real, ou seja, no momento que eles estão no seu estabelecimento, ao configurar o aparecimento de anúncios e propagandas interativas antes e depois de conectados.

E para encantá-los ainda mais você pode planejar campanhas que os atraiam novamente para seu estabelecimento, segmentando anúncios e postagens nas redes sociais de acordo as informações fornecidas por eles no momento da conexão.

O que você não deve fazer ao fornecer Wi-Fi

1) Nunca forneça ao cliente o mesmo sinal Wi-Fi que você utiliza para serviços internos da empresa, como para sistemas de gestão e máquinas de cartão. Isso pode ser considerado uma falha de segurança e por isso sempre orientamos a criação de uma rede separada. Dessa forma é possível isolar o acesso dos clientes do acesso interno da empresa.

2) Evite roteadores sem fio residenciais e opte sempre por roteadores corporativos. Esses últimos suportam mais usuários conectados simultaneamente, possuem potência e alcance de sinal maiores, além de permitirem a criação de mais de uma rede: uma exclusiva para seus clientes e outra para você e seus funcionários.

3) Jamais utilize senhas complexas. Isso vai trazer ainda mais trabalho para você e seus colaboradores.

4) Não compartilhe a mesma internet com estabelecimentos ou casas vizinhas ou anexas. Compartilhando, você não conseguirá garantir qualidade no sinal fornecido.

Melhores práticas para melhorar a qualidade do Wi-Fi oferecido

1) Contrate um plano de internet que seja ideal para seu estabelecimento. Consulte o seu Provedor de Internet, ele saberá indicar.

2) Existe hoje uma infinidade de roteadores corporativos, estes que podem ser criados mais de um sinal Wi-Fi no mesmo equipamento. Procure sempre por estes roteadores. Em sua maioria suportam entre 60 e 120 clientes, simultaneamente.

3) Deixe o seu roteador o mais próximo dos clientes possível. Esconder o roteador nos fundos do estabelecimento não é uma boa prática. Além disso, certifique-se de que ele está posicionado em um lugar correto e em um ponto alto, sem que barreiras possam interferir na distribuição do sinal, como paredes e janelas.

4) Ao invés de senha no Wi-Fi, por que não um simples auto cadastro? A Easy Auth te ajuda a liberar acesso de forma segura e ainda coleta dados que permitem que você conheça melhor o seu cliente.

5) Anuncie as novidades do seu estabelecimento utilizando o Wi-Fi ou a base de contatos coletada por ele. Isso vai garantir mais clientes satisfeitos, maior renda e consequentemente o investimento no Wi-Fi retorna rapidamente.

Cadastro de clientes no Wi-Fi: a melhor maneira de conhecer seu público

A eficácia de qualquer negócio depende de conhecer muito bem quem são os clientes para que, a partir disso, seja possível atendê-los cada vez melhor e elevar o engajamento deles com a marca.

Gestores que abrem mão de obter informações relevantes sobre seu público estão:

  • Perdendo oportunidades de vendas, pois não conseguem mapear quais dores e desejos dos clientes estão deixando de ser atendidos;
  • Ficam impossibilitados de interagir e fortalecer laços com os consumidores que, por sua vez, passarão a enxergar o seu produto ou serviço apenas como mais um no mercado;
  • Estão renunciando à oportunidade de planejar e executar ações com mais clareza, pois não possuem informações suficientes para fazer isso, entre outras coisas.

Se você não pretende que seu negócio corra todos estes riscos e deseja permanecer vivo no segmento que atua e também na lembrança do seus clientes, é bom começar a trabalhar desde hoje para conseguir as informações que precisa sobre seu público e, finalmente, atrair e fideliza-los cada vez mais.

Uma das melhores maneiras de compreender o comportamento do consumidor e ter informações ao seu respeito é obtendo o cadastro deles e essa estratégia pode ser feita através da sua rede Wi-Fi.

Se você possui um estabelecimento com fluxo de pessoas que acessam o Wi-Fi, a partir dessa oportunidade é possível captar dados do seu público que serão extremamente úteis para ações de marketing e vendas.

Com isso surgiu, então, o conceito de Wi-Fi Marketing e a facilidade de estudar o perfil dos consumidores através do Wi-Fi, com dados previamente selecionados.

Caso esse assunto seja totalmente desconhecido, esse artigo é o material ideal para que você saiba como conhecer características importantes dos seus clientes através do Wi-Fi.

Mas, se porventura, já constar na sua bagagem esse entendimento, também recomendamos a leitura para que você tenha certeza que está usando a ferramenta de Wi-Fi Marketing da sua empresa do jeito aconselhável.

Como captar informações dos seus clientes pelo Wi-Fi?

Todo estabelecimento que oferece internet gratuita aos frequentadores, sejam eles clientes ou funcionários, coloca em risco a segurança dessas pessoas caso não faça isso do jeito certo.

Ao falarmos em internet, segurança e conectividade devem andar juntas e é por isso que você precisa oferecer Wi-Fi que seja seguro e livre de riscos aos clientes. A função de um hotspot é exatamente essa.

Mais do que garantir a segurança de todos que estão conectados e a conformidade com as exigências do Marco Civil da Internet, estabelecimentos com hotspots podem criar um banco de dados com informações importantes sobre seus clientes.

O processo acontece da seguinte forma:

  • Os clientes chegam na sua empresa e ao invés de pedirem ‘‘Qual é a senha do Wi-Fi?’’ preenchem um cadastro como pré-requisito para acessarem a internet. Essa estratégia só é possível com a instalação de um hotspot.
  • Hotspot é a ferramenta responsável por disponibilizar a rede Wi-Fi para seus clientes, por separar uma conexão exclusiva para eles e outra para uso próprio do seu negócio e por garantir que todos naveguem em segurança;
  • O cadastro garante que todos os usuários da sua rede sejam identificados e que seu estabelecimento cumpra com a obrigatoriedade que é implementar meios que visam esta identificação;
  • As informações solicitadas são customizadas e alteradas por você ou sua equipe, diretamente em um Painel de Controle. Isso significa que as respostas obtidas serão aquelas que são mais importantes para o seu negócio;
  • A autenticação acontece apenas uma vez, pois o sistema reconhece usuários recorrentes, melhorando ainda mais a experiência deles na sua empresa.

Enquanto você garante conforto e conexão de qualidade aos seus clientes você também coleta dados que servirão para que você conheça seu público e trace estratégias de divulgação e vendas realmente eficientes, atingindo quem realmente consome sua marca. Tudo isso pelo Wi-Fi.

Como escolher as informações mais importantes para serem solicitadas e fomentar um bom banco de dados?

Os campos que seus clientes irão preencher na primeira vez que se conectarem à internet no seu estabelecimento serão previamente escolhidos por você mesmo.

A configuração dessas informações e de todas as outras relacionadas a internet da sua empresa são feitas pelo Painel de Controle da Easy Auth que você tem acesso após a instalação do roteador hotspot.

Na aba Gerenciamento de Coleta de Dados, são disponibilizados vários campos que você pode selecionar para que seus clientes respondam antes de acessarem a internet.

A escolha destes campos irá depender do que você julga ser importante saber sobre seus clientes e também do segmento que a sua empresa atua.

Sabendo que a qualidade do seu banco de dados começa nessa etapa, selecionamos algumas dicas importantes abaixo que irão te ajudar nessa decisão.

O nome e o e-mail dos clientes, por exemplo, são informações primordiais para a maioria dos negócios, principalmente para ações de marketing de relacionamento.

O e-mail continua sendo uma importante ferramenta que deve ser pensada na comunicação estratégica da sua empresa e, diferente das redes sociais, é o único canal de comunicação que não sofre interferência de algoritmos, sendo sempre entregue aos destinatários.

Pode ser utilizado ainda na criação de públicos personalizados e também para reforçar uma mensagem ou um produto a quem já foi impactado pela marca ao menos uma vez, estratégia que recebe o nome de remarketing.

E por falar em mensagem, como você anda transmitindo a sua pelo aplicativo usado por mais de 120 milhões de brasileiros? O WhatsApp, da mesma forma que as demais empresas da família Facebook, disponibilizam inúmeros recursos exclusivos para empresas.

Com o número de telefone dos seus clientes em mãos você tem um canal a mais para potencializar o relacionamento com seus públicos e comunicar conteúdos e ofertas, inclusive na data de aniversários deles, dado que também pode ser solicitado no primeiro acesso dos seus clientes à internet, diretamente no Painel de Controle da Easy Auth.

Por outro lado, saber se a maioria das pessoas que frequentam sua loja são homens ou mulheres e que idade possuem é interessante na hora de planejar ações para datas comemorativas específicas e lhe ajudam a ajustar a maneira como você se comunica nas redes sociais. Pense nisso se optar por solicitar o gênero e a faixa etária dos seus clientes.

Nem todas as pessoas se sentem confortáveis ao informar dados mais pessoais como CPF e RG. Se eles fizerem sentido para o relacionamento que você deseja construir a longo prazo com seus clientes, deixe claro para o que eles servirão, nós provemos a segurança necessária para eles.

Empresas que operam em múltiplos pontos de vendas dentro de uma mesma localização podem mapear onde estão os maiores números de clientes.

Ou, ainda, descobrir qual é o time do coração dos seus frequentadores e direcionar promoções exclusivas no dia dos jogos.

Dentro do Painel de Controle da Easy Auth são disponibilizados vários campos para você escolher. Seu papel é selecionar os que mais se adaptam a sua estratégia e permitir que a plataforma entregue o restante.

Tenha cuidado, porém, para não solicitar campos demais e com isso desencorajar seus clientes a fornecerem as informações que você precisa.

O próximo passo é aprender como fazer isso dentro da nossa solução.

Passo a passo para conhecer seu público através do Wi-Fi

1) Acesse a dashboard da Easy Auth em https://dashboard.easyauth.net/login e faça o login com o seu usuário e senha.

2) Vá em Configurações e depois em Personalização do hotspot.

3) Selecione Coleta de Dados, no canto superior direito da Página.

4) Escolha entre os campos disponíveis no Painel de Controle da Easy Auth quais são interessantes solicitar a seus clientes, com base nas dicas dadas anteriormente, e quais são obrigatórios que eles respondam. Por fim, aperte em Fechar, no final da página.

Na primeira vez que seus clientes acessarem o Wi-Fi do seu estabelecimento eles responderão a todas as perguntas selecionadas.

Se você desejar alterar ou adicionar algum campo, os clientes novos e recorrentes voltarão a responder o cadastro e preencher esses novos campos.

A partir das análises feitas em cima dos dados coletados será possível definir quem é seu público e planejar ações e estratégias com muito mais eficiência, agora baseadas em dados reais e concretos.

Isso significa otimizar os dois principais recursos da sua empresa: tempo e dinheiro.

Empresas que conhecem seu público e fazem de tudo para atendê-los cada vez melhor de acordo com as informações que possuem, ganham em troca a preferência dos clientes pelo estabelecimento.

Wi-Fi para clientes com a Easy Auth: uma estratégia simples, de baixo investimento, mas com retornos significativos na imagem e na lucratividade da sua empresa. 

Seja Easy hoje mesmo.

Uma nova Easy Auth foi lançada

Vídeo explicativo sobre todas as novidades lançadas na última segunda-feira, 20 de julho de 2020, na Easy Auth Sistemas.

Essa semana foi uma semana muito especial para nós.

Uma nova Easy Auth foi lançada.

Reformulamos rotinas, melhoramos a performance, ajustamos funcionalidades e aperfeiçoamos a usabilidade da nossa plataforma.

São anos de conhecimento de mercado. De ouvidos sempre atentos ao que os clientes têm a nos dizer. De melhorias constantes.

Usamos da tecnologia e da inovação para simplificar processos e conectar experiências.

Muito mais que um sistema de hotspot: possibilitamos que você desvende comportamentos, compreenda seu público e tome decisões baseadas em dados, tendo maior clareza nos processos e auxiliando na diferenciação e na valorização da sua marca.

Os únicos fatores que seguem inabaláveis são o compromisso de sermos cada vez mais Easy e de termos uma equipe preparada e acessível para atender a todos que de nós precisarem.

Estamos garantindo uma nova experiência e ela ficou disponível aos nossos clientes desde às 21 horas desta segunda-feira, 20 de julho de 2020.

Nos próximos parágrafos, falaremos sobre cada novidade e de que forma elas poderão ser usadas em prol dos mais diversos segmentos que atendemos.

Estamos à disposição para auxiliar no que for preciso durante essa transição e almejamos dias prósperos a todos nós.

Crescemos na medida que nossos clientes também crescem. Portanto, contem conosco para evoluirmos todos juntos.

Atenciosamente,

Equipe Easy Auth!

Mais facilidade para gerenciar licenças

Essa é a primeira grande novidade da reformulação que a Easy Auth passou.

Agora ficou mais fácil gerenciar estabelecimentos e é possível agrupar licenças, melhorando a visualização e o acesso das mesmas.

As licenças são os locais que possuem a tecnologia Wi-Fi Marketing e são gerenciadas e controladas dentro da plataforma Easy Auth.

Inicialmente, todas elas pertencerão a um grupo denominado Grupo Padrão que é automaticamente criado.

O grande avanço que trazemos é a possibilidade de criar novos grupos e incluir várias licenças neles, de acordo com os critérios que você decidir.

Você pode, ainda, nomear os novos grupos criados e administrar sua rede com mais facilidade.

Essa foi a forma que encontramos para simplificar as atividades dentro da nossa plataforma e conferir mais organização e dinamismo no gerenciamento dos estabelecimentos.

Com isso, você poupa tempo e ganha em eficiência nas demais tarefas.

Novas formas de personalizar a tela de login e cadastro

A tela de login dos seus clientes no Wi-Fi é um dos primeiros pontos de contato deles com a sua marca e onde você pode reforçar sua identidade visual, seu posicionamento ou transmitir uma mensagem.

É importante que ela seja bem pensada para o visitante começar a se relacionar com a sua empresa desde os primeiros momentos conectado.

Por entendermos que esses fatores influenciam na construção de uma experiência positiva entre estabelecimento e cliente, apresentamos algumas atualizações também nessa seção.

A primeira delas é referente ao acesso à internet ser disponibilizado através do login com as redes sociais.

Além de todas as opções que já eram usadas, agora os usuários podem se conectar com o LinkedIn, o Twitter e com contas Microsoft, que incluem Hotmail, Outlook, Live e outras.

A principal vantagem desse método de autenticação é ampliar a visibilidade e o alcance da sua empresa, visto que as informações sobre o estabelecimento são automaticamente compartilhadas no perfil de quem se conectou à rede.

É possível, também, mapear alguns insights visíveis no perfil do cliente que frequentou seu negócio, somando para a elaboração de novas estratégias.

A personalização do layout da tela de login ficou mais dinâmica, sendo possível escolher entre imagem de fundo, degradê ou cor única.

Visualmente, um botão parece ser algo simples, mas a verdade é que, ao criá-lo, você espera que os usuários tomem alguma decisão e, portanto, eles precisam ser bem pensados.

Pensando nisso, melhoramos a configuração do tamanho dos botões e tornamos a visualização deles mais suave e padronizada.

Facilitamos a maneira de gerenciar os dados a serem coletados

A grande vantagem de contar com a tecnologia Wi-Fi Marketing está na coleta de informações sobre os clientes e na criação de uma base de cadastros.

Eles servirão para estudar perfis de consumo e guiar estratégias de marketing e de vendas para cada negócio.

A escolha destes campos irá depender do que você julga ser importante saber sobre seus clientes para dar início às ações voltadas para cada perfil mapeado.

A qualidade do banco de dados começa na escolha criteriosa de quais informações devem ser coletadas na primeira vez que o visitante se conectar à rede.

Para facilitar ainda mais esse processo, alteramos a forma de gerenciar os dados a serem coletados e unificamos os elementos em uma só tela, deixando tudo bem mais intuitivo.

Mais controle e facilidade na administração do acesso da rede Wi-Fi

Quando você decide oferecer Wi-Fi aos clientes, a qualidade e a velocidade da conexão entregue são os principais pontos que devem ser considerados.

Planejar eles é o que irá garantir a máxima eficiência da sua rede e impedir que alguns usuários utilizem mais da capacidade dela que outros.

Pensando nisso, possibilitamos que você personalize a velocidade de navegação dos seus usuários e defina a velocidade de download e upload para cada grupo.

Dessa forma, sua rede não fica sobrecarregada, você garante uma conexão eficiente para todos e assegura a experiência positiva que seus clientes esperam viver.

Melhoramos a performance, os conceitos e o desempenho do sistema

Performance e desempenho são atributos ligados a qualidade de um sistema e facilmente percebidos por quem o usa.

Aperfeiçoar constantemente esses dois pontos é indispensável para que possamos seguir atendendo as necessidades operacionais de cada negócio.

Identificamos pontos que poderiam ser melhorados, mapeamos oportunidades e estamos entregando um conjunto de soluções mais dinâmico e atualizado.

Queremos que o uso da nossa solução seja cada vez mais eficiente por parte dos nossos clientes e que, de fato, ela sirva como base para a tomada de decisões.

Atualizar conceitos e melhorar o desempenho da plataforma fazem parte disso.

Ouça o que seu público tem a dizer através de Pesquisas de Satisfação

Seus clientes estão satisfeitos? Qual é o nível de contentamento deles com o que você entrega? Como está o atendimento da sua empresa?

Essas são perguntas facilmente respondidas com o envio de pesquisas digitais.

Dar voz para o que seus compradores têm a dizer demonstra que sua empresa se preocupa em atender a todos com excelência.

As pesquisas revelam também pontos que precisam ser melhorados que você não saberia se não ouvisse a opinião de seus clientes.

Além de atrair novos consumidores e manter um relacionamento próximo com eles, agora você também recebe feedbacks fiéis sobre seu negócio com a mesma facilidade com que realiza os outros processos.

Isso tudo com uma única solução: a Easy Auth.

É por isso que somos uma ferramenta completa de marketing digital que leva sua empresa para o próximo nível.

Valide opiniões, realize melhorias e cresça com a Easy Auth.

Wi-Fi seguro e sem riscos para clientes: saiba como garantir

Vivemos a verdadeira era da informação, marcada pela popularização da internet, das novas tecnologias e das trocas de mensagens.

Pesquisas* apontam que os brasileiros ficam, em média, 9h29min por dia conectados, o que nos garante o segundo lugar no ranking dos países que mais passam tempo na internet.

Atualmente, o Brasil possui mais smartphones ativos do que pessoas: são 220 milhões de celulares em funcionamento no país contra 207,6 milhões de habitantes, de acordo com os dados mais recentes do IBGE.

A facilidade com que podemos acessar a internet de qualquer lugar que estivermos é devido a crescente expansão dos pontos de acesso via rede sem fio, a famosa tecnologia Wi-Fi.

Estabelecimentos comerciais como cafés, lanchonetes, shoppings e supermercados já entenderam que oferecer internet gratuita e de qualidade aos clientes é um fator a mais que agrega na boa experiência deles com o local.

E se a tendência é permanecermos cada vez mais conectados, é previsível que as pessoas irão querer estar online até mesmo quando estiverem fora de suas residências.

Para além disso, estabelecimentos que proporcionam acesso ao Wi-Fi estão tendo a oportunidade de elevar os lucros e aumentar consideravelmente a fidelização com seus consumidores.

O ponto central que gostaríamos de abordar aqui é que quem fornece internet de graça precisa levar em consideração não apenas o caráter comercial da conduta, mas os riscos que está sujeito caso não consiga identificar cada usuário de maneira individual.

Portanto, continue lendo esse texto se você pretende arquitetar na sua empresa um ambiente de acesso à internet que seja seguro tanto para você como para seus clientes.

Quais riscos uma empresa está sujeita ao oferecer Wi-Fi gratuito?

Imagine que você é dono de um restaurante e ficou sabendo que lojas que oferecem rede Wi-Fi para seus clientes registraram um aumento significativo nos níveis de fidelidade e, por isso, você passou a incrementar na sua empresa também este diferencial.

Agora, imagine também que em mais um dia de movimento normal diversos clientes entraram no seu restaurante, acessaram a internet, fizeram suas refeições e foram embora.

Porém, antes que você começasse a servir os pratos noturnos, recebeu uma intimação para esclarecer um ato ilícito cometido a partir da conexão compartilhada no seu restaurante.

A situação acima é mais comum do que imaginamos e acontece com empresas que prezam apenas em oferecer conexão a clientela sem se preocupar em armazenar qualquer dado de quem acessa a rede pública.

Além de colocar você e seu comércio em uma situação de extrema vulnerabilidade, o ocorrido afeta diretamente a imagem do seu negócio e ainda faz com que você responda na justiça por um crime que não cometeu.

Além destes riscos a conexão da sua empresa pode estar sujeita a:

  • Redes falsas infiltradas com o intuito de roubar dados e informações sigilosas da sua empresa e dos seus clientes;
  • Acesso a informações importantes contidas nos dispositivos que ficaram vulneráveis devido a todas as pessoas usarem a mesma rede;
  • Ataque de hackers que se beneficiaram de falhas na segurança da sua rede e agora espionam todas as atividades e dados que são trocados nela.

Apenas no primeiro trimestre de 2020, o Brasil sofreu mais de 1,6 bilhão de tentativas de ataques cibernéticos, de acordo com a Fortinet, plataforma que coleta e analisa incidentes de segurança cibernética em todo o mundo.

A organização explicou ainda que, normalmente, o maior número de ataques vem na forma de exploits, ou seja, programas maliciosos que tiram vantagem de defeitos e vulnerabilidades dos sistemas.

Esses ataques se configuram como tentativas de expor, alterar, desativar, destruir, roubar ou obter acesso não autorizado a dispositivos, bancos de dados ou redes de computadores e estão tornando-se cada vez mais sofisticados.

Para Luis Fernando Prado Chaves, advogado especialista em direito digital e eletrônico,

‘‘é necessário que agentes públicos e privados tenham especial atenção com relação ao modo como disponibilizam o serviço de conexão Wi-Fi aos usuários, para que uma conduta positiva e benevolente não seja capaz de trazer prejuízos a eles ou a terceiros eventualmente afetados. Em todos os casos, para evitar futuros imbróglios jurídicos, é recomendável que sejam adotados, além da senha de acesso, meios técnicos de identificar quem, em determinado dia e horário, esteve conectado a uma rede Wi-Fi, ato que não se confunde, de forma alguma, com monitoramento do conteúdo acessado, o que poderia representar, a depender da situação em concreto, afronta à privacidade garantida pela Constituição Federal e pelo Marco Civil.’’

Marco Civil: a regulamentação do uso da internet no Brasil

Em 2018, foi sancionada a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) que, entre outras coisas, estabelece uma série de regras que as organizações precisam seguir para coletar, armazenar, tratar e compartilhar os dados dos seus clientes.

Na medida que a população em geral passou a acessar cada vez mais a rede mundial de computadores e, posteriormente, os sistemas Wi-Fi, foram surgindo inúmeros questionamentos trazidos por essa nova realidade.

O principal deles se refere a identificação e responsabilidade por eventuais danos causados durante a transmissão de dados na internet em locais públicos.

A Lei 12.965, de 23 de abril de 2014, considerada o Marco Civil da Internet no Brasil, estabelece os princípios, as garantias, os direitos e os deveres para uso da internet no país e vem para esclarecer essas e outras questões.

De acordo com ela, pessoas jurídicas que fornecem internet a terceiros, ainda que de forma gratuita, são classificados como provedores de acesso e conexão, passando a prestar um serviço e, consequentemente, devem obedecer a legislação que regulamenta tal atividade.

O artigo 18 do Marco Civil, porém, esclarece que o provedor de acesso não é responsável pelo conteúdo gerado por terceiros, desde que tenha em mãos dados que possibilitem identificar o autor de atos ilícitos, caso venham a ser praticados através daquela rede.

Já o artigo 13 prevê que os provedores de acesso têm o ‘‘dever de manter os registros de conexão, sob sigilo, em ambiente controlado e de segurança, pelo prazo de 1 (um) ano, nos termos do regulamento.’’

Para atender os requisitos previstos no Marco Civil, é necessário que os usuários sejam identificados por meio de um cadastro prévio que lhe concederá a liberação do acesso à internet.

E a solução existente direcionada para empresas que querem agregar valor aos serviços prestados através do fornecimento de internet para o público e ao mesmo tempo estarem em conformidade com a legislação se chama hotspot.

Os hotspots atuam como uma política de segurança digital empresarial, identificam acessos na internet do seu ambiente e limitam o consumo de banda, diferenciando a rede que é de uso da sua empresa para a que é de uso do seus clientes.

Assim, dados empresariais e pessoais dos clientes ficam protegidos e o grau de confiabilidade do seu negócio cresce.

Hotspot é a solução para oferecer internet segura e livre de riscos

Hotspot é um ponto de acesso à rede de internet Wi-Fi e seu funcionamento é bem simples.

Com o serviço de internet contratado e ativo é instalado um aparelho que será responsável por disponibilizar a rede Wi-Fi para o público.

Ao se conectarem na internet, as pessoas só precisarão efetuar um login, através de um cadastro rápido e sem senha. Ele também poderá ser feito por meio das redes sociais.

Os dois principais fatores que fazem do hotspot uma ferramenta obrigatória dentro de qualquer estabelecimento são:

1) Sua empresa passa a estar em conformidade com o Marco Civil da Internet, pois todos os usuários da sua rede são previamente identificados através de um login, o que garante uma camada extra de proteção a sua rede;

2) Com os dados fornecidos pelos clientes você pode traçar o perfil do seu público, elaborar ações de marketing inteligentes e com isso aumentar o ticket médio da sua empresa.

Caso algum consumidor venha a cometer o crime de falsa identidade ao inserir dados que não dizem respeito a ele, a sua empresa ficará desprovida da culpa pois você já estará cumprindo com a obrigatoriedade que é implementar meios que visam esta identificação.

Para que tal situação seja evitada é preciso ter claro nos Termos de Uso que é responsabilidade do cliente a veracidade dos dados informados, caso contrário é configurado um crime.

Por outro lado, é de sua responsabilidade informar porque e para quê estão sendo solicitadas tais informações e garantir que elas estejam seguras para que as pessoas sintam-se confiantes ao fornece-las.

Por último, sempre que possível, utilize regras de CGNAT para identificação individual dos usuários.

A Easy Auth é pioneira na integração de ferramentas para o controle de acessos Wi-Fi e surgiu para suprir as demandas exigidas pelo Marco Civil da Internet.

Contudo, não oferecemos apenas isso: nós garantimos que seus clientes tenham uma experiência incrível e segura quando conectados a sua rede e entregamos formas assertivas de você conhecer e se comunicar com eles.

Lembre-se: seu Wi-Fi é a porta de entrada para grandes resultados. Saiba mais.

*Pesquisa realizada pela Hoopsuite com a We Are Social