fbpx

Na busca constante por aumentar o ticket médio e abranger novas regiões, os Provedores de Internet possuem um importante aliado para alcançar tais objetivos: a comercialização do Wi-Fi como serviço.

Essa estratégia apresenta-se como uma das mais eficientes para os Provedores fidelizarem clientes atuais e converterem novos.

Além de atuar como um diferencial para essas empresas, o Wi-Fi como serviço é também o que garante um aumento na receita gerada nesses empreendimentos.

No artigo de hoje, iremos apresentar cases de clientes reais da Easy Auth que estão ofertando e lucrando com a comercialização do Wi-Fi.

Esses cases foram extraídos da live que promovemos em parceria com a Loucos da Telecom, um dos maiores canais sobre Telecomunicações do Brasil.

A partir deles, você poderá ver como o mercado está trabalhando com essa tecnologia e incorporar, no seu Provedor, as estratégias que mais fizerem sentido.

Para assistir a transmissão completa do evento é só acessar esse link.

Wi-Fi como serviço para captação de leads

Sem dúvidas, a geração de leads é uma das principais demandas do mercado atendida através da comercialização do Wi-Fi como serviço.

Sem a aquisição de novos clientes as vendas empacam e, consequentemente, o negócio como um todo também.

Quem disponibiliza Wi-Fi gratuito está atraindo e captando novos contatos, ação crucial para a sobrevivência dos Provedores de Internet.

Esses contatos, por sua vez, poderão ser trabalhados e fidelizados em todos os canais e plataformas disponíveis até tornarem-se clientes.

E como vimos durante a transmissão ao vivo que promovemos, essa estratégia é válida para todos os negócios e segmentos.

No caso dos Provedores de Internet, a forma mais comum e eficiente para captar leads é disponibilizar internet gratuita e segura em locais públicos, como praças, shoppings e eventos.

Há exemplos de Provedores de Internet que captam esses leads até mesmo no próprio espaço físico da sua loja.

Dessa forma, o Provedor de Internet consegue exibir a qualidade da sua conexão e ainda captar os dados de contato de todos que se conectarem, o que irá possibilitar que essas mesmas pessoas sejam abordadas posteriormente.

Atualmente, contamos com cases reais de Provedores que atraem mais de 1.000 leads únicos por mês em locais públicos.

Ofertando Wi-Fi em estabelecimentos comerciais

O Provedor de Internet é a ponte principal para os mais diversos estabelecimentos comerciais também captarem seus próprios leads.

Isso serve tanto para restaurantes, salas de espera, instituições públicas, eventos e demais negócios.

O requisito necessário para tal é apenas ser um local com fluxo de pessoas com a necessidade de conhecer mais e melhor cada uma delas.

No exemplo anterior, os Provedores captavam leads em locais públicos. 

Agora, eles viabilizam para que seus clientes gerem suas próprias listas de contatos dentro de suas empresas.

Em ambos os casos, esse é o primeiro passo para manter ativa a captação de novos contatos todos os dias, fazendo com que a engrenagem comercial fique sempre funcionando.

Além de entregar um benefício a mais para os clientes – e poder cobrar a mais por isso também – esse é um exemplo de parceria onde os Provedores podem conquistar novos assinantes.

Isso se faz ao apresentar uma propaganda na própria rede em que os visitantes estão se conectando ou apenas garantindo uma experiência de internet incrível.

Os estabelecimentos, por sua vez, adquirem uma excelente ferramenta de marketing e vendas, que possibilita executar diversas ações comunicacionais. 

Wi-Fi como serviço para garantir a segurança da rede 

Antes mesmo da nova lei de proteção de dados estar em vigência, a segurança da rede e das informações trocadas nela já era pautada por empresas fornecedoras de internet.

Não raramente, o ambiente digital é o palco para que golpes e falhas em sistemas corporativos se sobressaiam.

Estabelecimentos com rede Wi-Fi aberta, portanto, estão sujeitos a esses riscos. Desse modo, a conexão gratuita que comerciantes dispõem aos clientes pode trazer mais prejuízos que benefícios, se as medidas certas não forem obedecidas.

Com isso, Provedores de Internet possuem um nicho potencial para comercializar o Wi-Fi como serviço e, assim, garantir a segurança da rede dos seus clientes.

Um combo de soluções contemplaria a autenticação das pessoas conectadas e a segmentação da rede corporativa para a rede de uso geral dos clientes.

Em outras palavras: uma solução completa de marketing, vendas e segurança em cima do Wi-Fi.

Assim sendo, os Provedores somam um produto a mais em seus portfólios, enquanto preservam a integridade das informações e da rede de seus clientes.

Uso dos recursos do Wi-Fi para tomada de decisões baseadas em dados

Oferecer Wi-Fi para os clientes vai muito além de uma cortesia porque é através deste recuros que as empresas tomam decisões baseadas em dados.

As informações coletadas dão conta de traçarem o perfil do cliente bem como suas preferências: dias e horários que mais frequentam o estabelecimento, quanto tempo passaram conectadas, por quais dispositivos fizeram isso e muito mais.

Esses dados servem como um direcionamento para as ações de marketing e vendas.

Por outro lado, soluções como a Easy Auth permitem que esses mesmos dados sejam analisados e logo trabalhados em uma só plataforma.

Empresas provedoras de internet se beneficiam desse conceito de duas formas:

  • Primeiro, comercializando o Wi-Fi como serviço como uma solução completa de marketing e vendas, que permite que seus clientes conheçam seus públicos e comuniquem-se, visando a fidelização dos mesmos.
  • Segundo, utilizando do próprio serviço para abranger mais regiões e converter novos clientes, mapeando pontos estratégicos para captação de novos leads.

Dessa forma, os provedores constroem suas listas de potenciais clientes e têm, na palma da mão, os dados para contato de todos eles.

Entre os cases apresentados na transmissão ao vivo citada no início deste texto, está o de um Provedor de Internet do Paraná que mapeia a localização das pessoas que acessaram os pontos de Wi-Fi por ele disponibilizados para entrar em contato sempre que a cobertura daquela região for ampliada ou nova.

Em outro exemplo, esses mesmos dados servem para empresas do ramo alimentício decidirem o melhor dia e público para a colocar no ar campanhas de divulgação de novos produtos.

É economia de tempo e otimização de recursos, já que essa estratégia dispensa o trabalho de ‘‘bater de porta em porta’’ para aumentar a carteira de clientes.

Conclusão

Essas são algumas das formas que Provedores de Internet podem comercializar o Wi-Fi como serviço e aumentarem seu ticket médio.

Além dessa estratégia atuar como um diferencial para essas empresas, os próprios Provedores podem utilizá-la em prol dos seus negócios.

Uma das maneiras citadas para isso foi a disponibilização de pontos de Wi-Fi públicos para captação de dados de contatos de potenciais clientes, com a possibilidade de mapear a região onde moram.

Em resumo, estamos falando de um jeito fácil e inovador de conquistar dezenas de novos clientes por mês, além de agregar no portfólio da sua marca.

Não deixe de assistir a transmissão completa com cases reais de Provedores que estão lucrando e captando contatos todos os dias através do Wi-Fi.

Fale conosco para que o mesmo aconteça a partir de hoje em seu Provedor.


0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *